domingo, 25 de dezembro de 2011


Esse é o meu presente para quem visita, eu sei que muita gente já deve ter a caixa de entrada lotada com mensagens do gênero, mas o que eu desejo é que todas as coisas boas que a vida te dá (seja felicidade, saúde, alegria) você compartilhe com outras pessoas e que essas pessoas possam passar isso adiante também, porque para mim o Natal significa isso.

O mundo pode ser melhor, desde que você faça sua parte :)
segunda-feira, 19 de dezembro de 2011
Recebi um desafio super legar do blog http://mile-meucantinho.blogspot.com, escolher dez imagens que represente as coisas que mais amo. Preciso dizer que há muitas coisas que gosto que não couberam na lista e quem gostar da idéia, sinta-se convidado a fazer esse desafio também :)



1º - Deus

303121_198526013551274_100001816300127_474512_1022347743_n_large
Ele sempre me ajuda até mesmo quando acho que não preciso, é quem está sempre comigo. É a ele quem eu agradeço a todas as minhas vitórias e, porque não, os obstáculos.
Sei que Deus não coloca fardos pesados em ombros fracos.


2º -Café/Cafeína



5533274815_826c83c721_z_large

Tá, eu sou muuuuuito viciada nisso. Se fosse um tipo de droga, confesso que eu já estava presa perpetuamente. Sou elétrica e isso me ajuda dando mais energia, fora que só sinto que posso enfrentar o dia após uma xícara bem quentinha de café.

3º - Livros

Tumblr_lucorqdgbt1qj3hyao1_500_large

Tá, isso não é novidade pra ninguém.

4º - Abraços

6195987940_6b7b1219c3_z_large_large


5º - Números, cálculos e coisas relacionadas a desafios da engenharia.


Também tem os seriados de detetive, programas sobre assassinatos curiosos e desafios da medicina, mas acho que os de construções são os que mais amo apesar de ter pouco tempo para assisti-los.





6º -Bolhas de Sabão

390575_304278422924468_264817830203861_1114019_1665202928_n_large

Eu amo, acho muito bonitinho e me traz sentimentos de esperança.

7º - Coisas em formato de estrelas

23357_406874348873_279653033873_4175194_4874441_n_large

Sempre digo que cada pessoa é uma estrela e tem o seu brilho próprio, o que me lembra uma das primerias postagens que fiz aqui.

8º - Coldplay

Coldplay-3_large

Devo dizer que admiro o som da banda, curto os cds, tanto que não tenho nenhum como favorito. Não me interesso muito pela vida particular de cada integrante da banda, somente o seu trabalho


9º - Viajar em pensamentos

Não sei se irão entender isso, mas sou o tipo de pessoa que pode passar horas e horas viajando nos próprios pensamentos (e adoro isso) pensando em coisas possíveis ou impossíveis. Quem me vê assim, pensa que estou em estado de catatonia, como se meu corpo tivesse na terra mas a mente longe longe...

10º -Festas


Há dias em que eu mesma não me levo a sério, dias que eu quero curtir a vida ao lado dos amigos e dançar até não poder mais. Curtir as coisas que gosto ao lado de pessoas que compartilham do mesmo interesse :)

domingo, 18 de dezembro de 2011
 Tumblr_lwev00gent1r8p9t7o1_500_large

Sou o tipo da pessoa que adora o Natal, que curte ver as luzes nas ruas e o sentimento de união que somente essa data traz. Adoro árvores gigantes e enfeitadas, multicoloridas. Reunir os amigos e bater fotos nelas. Adoro abraçar quem não conheço, desejar boas festas sem me sentir uma doida para as pessoas da rua, visitar os vizinhos que durante a semana não param em casa....

Adoro ver a queima de fogos de lugares altos e receber ligações de pessoas que amo, receber e dar presentes. Gosto de ouvir a cidade em movimento e as pessoas se agitando, ver muitas pessoas reunidas à mesa se confraternizando. Adoro o Natal porque pelo menos por um dia todo mundo esquece as suas diferenças e celebra por um bem maior, pela união e pela paz.
domingo, 11 de dezembro de 2011
Photography-tumblr-photography-18503026-500-333_large_large




Dias que só vejo pelo meio e depois do entardecer. Pessoas...
Todas elas são sempre iguais ali, fazendo pedidos, sendo atendidas. Algumas reclamam, outros não. Se vão.

Passo horas olhando para o vazio em meio àquela correria, volta e meia encaro rostos e depois viro minha face corada ao me ver encarada. Há dias em que eu sinto que vou explodir, conto até 100 e vou recobrando a paciência. Falo para mim mesma "você escolheu isso, moça" "só mais um tempo" "é necessário"...

Há dias em que tenho meus momentos de alegria, onde as pessoas me olham como se eu não batesse bem das idéias e eu não me explico, não dou a mínima para reclamações, não gosto de me explicar. Não sou normal e não espero ser uma pessoa padrão, é assim que me aceito e sempre foi assim. Há felicidades que guardo somente para mim lá, porque quem desconhece minha existência ou é alheio a mim não pode entender o porque de tais coisas que muitas das vezes parecem insignificantes podem me deixar contentes por horas e horas.

Ultimamente tenho fugido dos papéis principais e me contentado em não aparecer tanto, tenho até me assustado comigo mesma. Tenho andado quieta demais para meu próprio gosto. Tudo o que gosto se tornou repulsivo e justamente as coisas que tinha lhe compartilhado são as que mais tenho odiado, porque odeio sentir como se eu não fosse levada a sério, quando a verdade se mostra de um jeito ruim e eu sei que o confronto será inevitável. Quando descubro as coisas por mim mesma sendo que isso poderia ser evitado. Dor.

Perco as esperanças e refaço meus planos. Junto os caquinhos que caíram no chão, pego um tubo de cola e me sento à mesa. Tento remontar a parte quebrada e digo para mim mesma que "de agora em diante" tudo será diferente, apesar de eu saber que só com o tempo é que as coisas irão se ajeitar e que se eu não ocupar minha mente, será como se eu não tivesse saído do lugar. Coloco tudo para secar ao sol e o tempo em que isso ocorre, fico imersa em mim.

Me recuperando.

Quando as coisas não vão bem eu pego meu celular dentro da bolsa e fico caçando o número dela. Ela bagunça com o meu francês desconcertado, faz trocadilhos com o que aprendo e manda eu jogar minhas preocupações para os ares. Jura que vai me chamar pro ensaio da banda dela. Ficamos a falar besteiras por horas e horas como se fossemos duas crianças (apesar de que quando a conheci eu tivesse passado dessa fase), rimos de nossos dias e de nossas vidas.

Abro as portas em mim e deixo a luz entrar.


sexta-feira, 2 de dezembro de 2011


Olá confrades. Cá estamos de volta na data mais veadinha do ano com um pequeno guia de sobrevivência dividido em duas partes: uma vai para os casais que querem manter a longevidade dos seus relacionamentos. A outra parte é dedicada aos confrades encalhados solteiros, cujo fim é evitar um suicidio coletivo em massa até o fim do dia.
Pois bem, comecemos pelo inicio: essa primeira parte do guia não se refere ao que deve ser feito, mas ao que NÃO deve ser feito nem fodendo de jeito nenhum durante um relacionamento, afim de evitar a famosa zica! Depois de um criterioso levantamento feito em sites especializados, como o excelente Morri De Sunga Branca, segue uma lista de coisas estúpidas que podem foder arruinar um namoro:

1) Tatuagem com o nome do(a) cônjuge
Nunca, jamais, nem cogitem tatuar nome de namorado(a), pois tatuagem é coisa séria e fica pra sempre na pele, de um jeito ou de outro. Segundo especialistas, uma tatuagem desse naipe pode reduzir o tempo do relacionamento pela metade [ou mais que isso], além de acarretar em consequencias desastrosas como:
- ter que cobrir a tatuagem com um desenho tosco, gerando uma aberração que vai te marcar até a morte;
- recorrer ao doloroso removimento à laser, só pra deixar de ser idiota e aprender a nunca mais tatuar qualquer nome que não seja o da sua mãe;
- sabotar qualquer relacionamento posterior, visto o constrangimento do novo cônjuge ao ver o nome de um terceiro tatuado em seu corpo [à não ser que ex and atual tenham o mesmo nome, o que condenaria o(a) trouxa à namorar somente pessoas com o mesmo nome pro resto da vida ].

2) Juras de amor eterno… com uma semana de namoro
Porra mano,o casal começa a namorar, começa a sair, se conhecer e é inevitável que comece junto aquele nhe nhe nhe delicia, típico. Mas aí, nego se empolga e desenbesta a dizer que fulano(a) “é o amor da minha vida”. E se a bagaça termina em quatro meses, faz o que? se mata [porque supõe-se que a vida acaba junto com o namoro]. Até em momentos de ternura e paixão é preciso racionalidade and bom senso, certo amigos?

3) Aniversário de MESES de namoro
At first: não existe aniversário de MESES, uma vez que ANIversário corresponde ao período de um ANO, right? Isso não passa de uma desculpa esfarrapada pra dar um presente, sair pra jantar, enfim, coisas que já se fazem normalmente só que sob pressão. E isso acarreta em tensão não-sexual, o que por sua vez pode abreviar seu belo relacionamento

4) Casar depois de …3 MESES DE NAMORO
Meuzamigo, minhazamiga, casamento é coisa séria! É um dos passos mais importantes que o serumano pode dar durante sua jornada na Terra. Mas, como a violência, o sexo e o nerdismo, o casamento foi banalizado e qualquer um acha que pode casar  / separar quando bem entende [ainda mais agora, com as facilidades da nova lei do divórcio]. Pois prestem atenção seus puto: quem casa rápido, separa mais rápido ainda e a separação costuma durar 20 x mais tempo que o tempo total de relacionamento

5) Presentes caros
Como é bom presentear o seu amor, não é verdade amigos? Mas ponham isso em vossas cabeçorras: à não ser que dinheiro NÃO seja problema, um presente deve ser apenas simbólico e seu valor sentimental tem que ser MAIOR que o valor financeiro. Mas, especialmente os ricos, gostam de dar pequenos mimos como carrões de luxo, jóias no pequeno valor de 50.000 dinheiros e essas coisas… mas fiquem atentos: mimos costumam dar zica, prejuizo e treta judicial da braba! Afinal, se o maluco termina, se arrepende, pede o presente de volta e a contraparte não aceita?hm? HMMMMM?????????

6) Do not galinhagem
Amigos,ponham mais uma coisa em vossas cabeçorras: se quer galinhar, fica solteiro DEABO! Veja bem, é uma tremenda sacanagem assumir um COMPROMISSO com alguem, investir numa relação estável e ficar praticando salto sobre cerca por aí, isso e indigno! Não adianta vir com esses papo brabo de que “homem não trai”, “mulher se vinga”, “tô só me divertindo, eu sempre volto pra você”, sem essa! Que tivesse aproveitado a fase pegadora o quanto pode, agora a parada é séria mermão!

7) Grudar como um carrapato
Amigos, namorado(a) não é criança pequena / bicho de estimação pra andar grudado o TEMPO TODO. Andar de mãos dadas e bonito, romantico, mas colar no cônjuge não transmite a menor segurança, fora que arrastar a pobre criatura de um lado pro outro com tremenda virulência pega mal pacacete, dig lá?

8) Pedir senha do(a) cônjuge
Ah amigos… muitos , ma MUITOS relacionamentos vão pra vala por causa disso: conjuges que exigem total and irrestrito acesso as contas de email and redes sociais, e essa é de longe a prática mais nociva, pois fere um dos direitos básicos do serumano: a privacidade. E fora que isso pode afetar mais gente do que devia, pois uma vez que um conjuge tem plenos poderes sobre a conta do outro, acaba por excluir amigos, causar tretas, coisas que podem não apenas destruir o relacionamento, mas como podem causar danos irreversíveis em todo o círculo social!

9) Se ver o tempo todo
É mó legal ver quem se ama, abraçar, beijar, sair por ai. Aí você faz a mesma coisa no dia seguinte, e no outro tambem… e uma hora isso pode acabar cansando, sacomé, excesso e talz. É sempre bom sentir falta de vez em quando, o fator saudade da um increase no fator tesão, vontade de se ver. É sério amigos, a distância ajuda a manter o frescor do relacionamento, ja a convivência…


#Endgame
quinta-feira, 1 de dezembro de 2011

Não, não é um Déjà vu. Só mudei a data do post :)

A Aids não é detectada num exame de sangue normal, caso haja suspeita, você deve se dirigir a um posto de saúde e solicitar o Teste "Elisa". Tirei esse artigo do Copacabana Runners explicando um pouco sobre o assunto. Acredito que a informação atrelada a ação é a melhor forma de se prevenir.


O que é AIDS
A síndrome da imunodeficiência adquirida, AIDS, é uma coleção de sintomas e infecções resultantes do dano ao sistema imunológico causado por infecção do vírus HIV, o último estágio no qual o indivíduo fica susceptível a infecções oportunistas e tumores. Embora existam tratamentos para AIDS e HIV que diminuam a progressão do vírus, ainda não há cura conhecida. 

Transmissão e prevenção do HIV

As três vias principais de transmissão do HIV são contato sexual, exposição a fluidos ou tecidos corporais contaminados e de mãe para feto durante o período perinatal. É possível encontrar o HIV na saliva, lágrima e urina de pessoas infectadas, porém devido à baixa concentração do vírus nesses líquidos o risco é insignificante.

Transmissão do HIV pelo contato sexual

A maior parte das infecções por HIV é via relações sexual sem proteção. A transmissão pelo ato sexual ocorre com o contato entre secreções sexuais de um parceiro com o reto, genital ou mucosa da boca do outro. Os atos sexuais passivos sem proteção são mais arriscados que os ativos sem proteção, sendo que o sexo anal apresenta mais risco do que o vaginal ou oral. Sexo oral não é livre de riscos. 

Doenças sexualmente transmissíveis aumentam o risco da transmissão e infecção pelo HIV porque causam o rompimento da barreira epitelial normal por causa da ulceração e pela acumulação de células infectadas ou susceptíveis ao HIV no sêmen e secreções vaginais. Estudos indicam que o risco de infecção por HIV é quatro vezes maior quando há ulcerações nos genitais causadas por sífilis e/ou cancróide; e também é aumentado, porém em menor grau, com a presença de gonorréia, clamídia e tricomoníase.
Durante o ato sexual, apenas preservativos masculinos ou femininos podem reduzir o risco de infecção por HIV. A melhor evidência até agora indica que o uso de preservativo reduz em aproximadamente 80% o risco de transmissão do HIV em relação sexual heterossexual. O preservativo masculino, se usado corretamente sem lubrificantes à base de óleo, é o mais eficiente para reduzir o risco de transmissão de HIV e outras doenças sexualmente transmissíveis. Estudos com casais no qual um parceiro é portador do HIV mostram que, com o uso correto de preservativos, a taxa de transmissão para o outro parceiro de de menos de 1% por ano.

O governo dos Estados Unidos e várias organizações de saúde recomendam três pontos principais para diminuir o risco de adquirir AIDS através do sexo:
. Para adolescentes abstinência sexual ou postergação do início das relações sexuais.
. Ser fiel ao parceiro, especialmente em relacionamentos com compromisso sério.
. Utilizar preservativos em caso de relacionamento sexual de risco.

As críticas a essas recomendações argumentam que um parceiro fiel poderia ser infectado pelo outro infiel, caso não utilize preservativos.

Transmissão por exposição a fluidos corporais infectados

Essa via de transmissão é particularmente importante entre usuários de drogas injetáveis, hemofílicos e os que receberam doação de sangue. O compartilhamento e reutilização de seringas contaminadas com sangue infectado com HIV representa um risco sério de contrair não apenas AIDS, mas também hepatite B e C. O risco de contaminação por HIV em transfusões de sangue é extremamente pequeno em países onde são feitos a seleção do doador e testes.

Transmissão vertical do HIV - de mãe para filho
A transmissão vertical do HIV é aquela na qual a infecção passa da mãe para o filho no útero durante as últimas semanas de gravidez ou durante o parto. Na falta de tratamento, a taxa de transmissão da mãe para filho durante a gravidez e parto é de 25%. Porém, quando a mãe tem acesso à terapia antiretroviral e o parto é por cesariana, a taxa de transmissão é de apenas 1%. O aleitamento pela mãe portadora do HIV aumenta o risco de transmissão em 10-15%.



A prevenção é muito importante porque, se você abre mão de usar o preservativo durante alguns minutos, pode ficar dependente de remédios pela vida toda. Isso não é brincadeira, gente!

Achei essa reportagem do Profissão Repórter, da Rede Globo. Está dividido em 3 partes, caso você queira se informar mais (e a sua internet ajudar) sugiro que veja o vídeo. Se a sua internet for "marromenos" como a minha, sugiro que você coloque os 3 vídeos para carregar com o áudio desligado e enquanto assiste um, o outro vai carregando.

Profissão Reporter - Parte 1 | Parte 2 | Parte 3

O Jansen Motta também fez uma postagem muito bacana, sobre "Os perigos do sexo oral". Vale a pena dar uma olhadinha :)
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...