quarta-feira, 28 de novembro de 2012

Tumblr_me5gm2lsfb1rljdgyo1_500_large

Tá difícil, mas tou tentando achar uma solução.
Smplesmente não quero parar e ver a situação fugir ao meu controle.


Não quero sentar e ver o tempo passar, quero contnuar sentindo essa emoção que é estar viva e vencendo os obstáculos que a vida me impõe. Fazer do impossível o possível, conquistando o inimaginável...

Obrigada, Senhor, por mais um gracioso dia!
quarta-feira, 14 de novembro de 2012


Oooo, i don't wanna know your secrets
Oooo, they lie heavy on my head
Time for me to break my cover
Time for me to move ahead
Eu persisto seguindo assim. Sou teimosa, eu sei. Poderia ser mais feliz.
Infelizmente as coisas estão do jeito que eu deixei. Vi uma parte do paraíso e agora sinto que devo retornar para consertar algumas coisas que deixei para trás, para que só assim eu possa caminhar feliz.
Apesar de tudo estar de pernas para o ar, confesso que senti falta de ver tudo assim, nunca me acostumei com essa distância..
quinta-feira, 8 de novembro de 2012

Conheço bastante da história do Brasil e também da região onde vivo, conheço parte de nossa cultura, escritores e pessoas que tiveram papel fundamental na construção deste país. Conheço nossas raízes e admiro a forma como somos conhecidos como um povo simpático, hospitaleiro, aberto para os estrangeiros, rico em recursos naturais, invejados por saber trabalhar em série e viver com grande alegria.

Temos uma população miscigenada, trabalhadora, e estamos dotados da maior diversidade sob todos os aspectos. Tanto genéticos, vegetais e animais, mas principalmente humanos.
Somos invejados pelo clima que temos, pelos nossos recursos naturais, pela beleza dos nossos aspectos geográficos, mas, sobretudo pelo povo que temos, recursos humanos da melhor qualidade.

Estamos consolidados como democracia, temos um judiciário atuante, estabilidade econômica, garantias que muitos gostariam de assegurar, nenhuma dificuldade racial, religiosa, de fronteiras, nenhuma pretensão militar. Podemos ainda aperfeiçoar a nossa política, a segurança social e pessoal, tudo que depende de nós mesmos. Ate a forma como elegemos nossos candidatos é tida como a mais segura do mundo pois, apesar do nosso voto ser obrigatório, ele é secreto.

Porquê eu falo tudo isso?
Porque também conheço em parte a história de outros países como a França (por ser estudante do idioma) e dos povos que habitavam a América Central. Gosto do Brasil mas também gosto de coisas de fora e, assim como outras pessoas, somos julgadas por isso, por gostar do que vem de fora.

Como cidadã, acredito que devemos gostar de nossa nação para assim gostar das outras. Todo lugar tem seus problemas e suas diferenças, não somos melhores e nem piores. Exerço o meu papel tentando contribuir para um mundo melhor, tratando as pessoas com respeito, buscando respeitar as leis, pagando meus tributos, exercendo minha democracia e exigindo meus direitos.


Tantas pessoas que vivem aqui e desconhecem sua própria cultura, olhando apenas para os erros e falhas e visando outros continentes como se eles não tivesem problemas. Olham para o cenário político como se todos os que ali estão fossem corruptos sem pensar que existem as excessões à regra, vendendo seu voto nos períodos eleitorais sem saber ao menos quais os interesses do candidato escolhido.

Esses dias houveram as eleições para o candidato a presidente dos Estados Unidos. Particularmente não sei quem é de qual partido, o que prometeram ou deixaram de prometer e quais os seus planos de governos lá. Fiquei estatelada ao ver tantas pessoas daqui apoiarem certa candidatura quando metade dessas pessoas não sabiam nem em quem votar aqui.


A grama do vizinho é sempre mais verde, né?
E se ela for sintética?

p.s.: sou quase a Policarpo Quaresma do século XXI
quarta-feira, 7 de novembro de 2012


185143_464958206869995_2038733263_n_large 
 

Sempre achei que o "para sempre" pudesse durar somente alguns segundos, minutos, horas e etc. Para sempre não significa que até a eternidade algo irá durar, mas sim que talvez você nunca esqueça algo que considera importante ao lado de alguém ou mesmo estando sozinho.
Para a Stephenie Meyer, autora da Saga Crepúsculo (o qual eu sou fã, apesar de todos os pesares), no livro "Amanhecer" ela diz que "Para sempre é apenas o começo". Interpreto isso com o sentido de que se algo tem um efeito avassalador na sua vida, então ela (a sua vida) nunca mais será a mesma.
Considero isso importante, ter algo que mude o rumo das nossas vidas, que nos faça virar do avesso, pensar diferente.. Acho o marasmo cansativo e que qualquer experiência é válida, pois ela sempre tem algo para nos ensinar..
quarta-feira, 29 de agosto de 2012


And she spoke words that would melt in your hands
And she spoke words of wisdom

To the basement people, to the basement, many surprises await you
In the basement people, in the basement

You hid there last time, you know we're gonna find you
Seek in the car seat, cos you're not up to going
Out on the main streets, completing your mission
quinta-feira, 23 de agosto de 2012
Por: Ivan Martins

Tumblr_m6z3nqmwc31qfcpeeo1_500_large

Viver sozinho é uma opção moderna. O sujeito não é acordado pelo despertador dos outros, volta para casa na hora que quer e vê o que deseja na televisão. Nunca tem de interromper a leitura para escutar a última história sobre a família, o trabalho ou os amigos de ninguém. Se em algum momento estiver carente, tenta encher o quarto com o corpo e as ideias de uma mulher de quem ele goste. Temporariamente.
Vale o mesmo para as mulheres, claro. Muitas vivem perfeitamente à vontade com o silêncio, o vinho e os cosméticos de quem está sozinha. Cozinham para ela e as amigas, assistem duas temporadas inteiras de uma série no fim de semana e, se der vontade, arrumam companhia com mais facilidade do que os homens. Desde a invenção da internet, até o delivery de sexo por meio dos sites de relacionamento ficou fácil. Nem precisa mais sair de casa.
Ainda assim, as pessoas se juntam, namoram e passam a dormir juntas todos os dias. Diante dos confortos e facilidades da vida urbana, essa atitude às vezes me parece um mistério. Por que abrir mão da enorme e promissora liberdade do século 21 para se confinar ao espaço de um único relacionamento, que tende a ser mais estreito e mais restrito do que qualquer arranjo solitário? Supondo que os envolvidos não queiram ter filhos, claro. Se quiserem, é outra história. Até hoje, ninguém inventou um ambiente melhor para criar filhotes humanos do que uma casa em que haja dois adultos dividindo essa pesada responsabilidade.
Mas pouca gente pensa em filhos quando começa um relacionamento desses em que se dorme junto toda hora. Elas querem outra coisa quando se metem na casa dos outros ou permitem que os outros se metam na casa delas. Se você perguntar, dirão que é algo grandioso como amor ou compromisso. Eu duvido. Essas palavras representam abstrações intangíveis na vida real, enquanto as nossas decisões diárias são baseadas em elementos concretos da existência. Mesmo que isso seja inconsciente. Dou exemplos:

Quando as pessoas dizem amor, elas estão pensando, concretamente, em sexo e companhia constante. É isso que um relacionamento sólido garante. Alguns dias por semana, ou todos os dias, você tem assegurada a presença física de alguém de quem gosta – e pode fazer várias coisas com esse corpo querido.
Pode tomar banho com ele, dormir encostado nele, transar com ele do jeito que gosta ou mesmo amarrar e bater, se você for da turma dos Cinquenta Tons de Cinza. Isso do ponto de vista estritamente físico. Mas um corpo, claro, tem também um cérebro com informações e capacidade analítica. Essa parte neurológica da sua companhia pode ser usada para lembrar o nome de um filme, discutir seus projetos profissionais, refletir sobre os seus sentimentos conturbados ou para esclarecer um detalhe do processo do Mensalão que você não entendeu. Não se pode deixar de lado, evidentemente, a função social do corpo parceiro. Você pode viajar com ele, levá-lo ao cinema ou almoçar com ele na sua mãe, aos domingos. Assim fica mais gostoso fazer coisas que de outro jeito você acharia aborrecidas.
As pessoas precisam de ajuda, aconchego, distração. Tudo isso vem no pacote físico do relacionamento. Se você não tem alguém na sua vida, vai fazer supermercado sozinho toda semana. O que pode ser pior do que isso? Cozinhar pode ser outra tarefa intolerável com apenas duas mãos. Falta quem lave as folhas, pique a cebola e guarde a louça depois do jantar. E não é só isso. Quem ajuda a colocar as malas no carro? Quem vai levar para casa o amigo que bebeu demais? Quem decide a cor da porcaria da parede e o formato da droga da pia do banheiro? Quem faz você rir do seu mau humor matinal? Quem abraça você se chegar em casa chorando depois de um dia de cachorro? Para isso tudo serve o namorado, a mulher, o corpo parceiro.

Acho que essas razões concretas, e não as palavras altissonantes, explicam por que as pessoas abrem mão da liberdade moderna para meter-se em relacionamentos. O conforto do sexo e da companhia constante não se consegue de outra forma. Não está à venda no supermercado e não tem no delivery dos sites de relacionamento. Para ter alguém enchendo a sua vida – e algumas vezes o seu saco – é preciso renunciar a parte da sua independência e do seu sossego, deixar que o outro invada o seu espaço com móveis esquisitos, conversa fiada e despertadores barulhentos. Faz parte. Quem já passou por isso sabe que nem sempre é sensacional, mas ultimamente, agora, esta manhã, tem sido indescritivelmente bom.

 

terça-feira, 10 de julho de 2012

Acredito que a vida nos leve por muitos caminhos (que são recheados de possibilidades e impossibilidades) que não são fixos ou retos. Eles são ora leves, ora árduos, ora complicados, ora fáceis. Cada um com uma dificuldade plausível, que conseguimos atravessar e com isso adquirir conhecimento próprio. Sorte ou azar é conseqüência de nossos atos, pensamentos e ações.

Colhemos sempre o que plantamos e, ter pensamentos negativos a respeito de si mesmo achando que as pessoas ao seu redor têm influências ruins ao seu respeito é transferir sua culpa a outros. Por sermos "seres individuais e únicos", atraímos pra nós pessoas que se afinam com o nosso pensamento naquele determinado momento de nossas vidas, atraímos fatos que estão firmemente enraizados em nosso pensamento, sejam eles bons ou ruins.

Somos retratos do que pensamos, por isso o pensamento é uma arma de dois gumes, ao pensarmos começar a materializar o desejo de que algo se realize, e quantas vezes ao dia pensamos em coisas ruins?
Seja no trabalho, onde às vezes reclamamos do ambiente, do chefe, do salário, dos companheiros, e nem paramos para pensar que somos parte integrante e ativa do "local" e que contaminamos o "ar" com nossos pensamentos que se juntam a outros como nós que vão carregando a atmosfera de energias negativas.
Assim, também o é nos relacionamentos, onde atraímos para nós pessoas que espelham o nosso momento, se pessoas "mal humoradas" e "doentes da alma" estão ao nosso redor é a nossa sintonia que assim atrai.
 
Vigie seus pensamentos, cuide de que seu dia não seja contaminado pela atmosfera cinza dos alarmistas de plantão, gente que só fala que o mundo está pior, que a violência só aumenta, que vamos morrer todos nos cruzamentos, que não estamos seguros nem mesmo dentro de nossas casa e que se você pisar o pé fora da faixa irá tomar um tiro de um policial corrupto.
 
Tente mudar o mundo, o seu mundo, pois não adianta querer consertar o mundo inteiro, pois o mundo inteiro é feito de individualidades, e ninguém presta atenção a esse fato, "ninguém muda ninguém", mude a você e seus pensamentos, que seus atos serão melhores, a sua vida será melhor e servirá de espelho para outras pessoas que aprenderão com você a sorrir e vigiar os pensamentos. Tanta gente aí levando a vida com muitas dificuldades mas está aí, sorrindo e aproveitando a vida da melhor maneira possível, mesmo com suas limitações..

Tente ser a mudança que espera no mundo, cuide e invista em si mesmo, sorria muito, reclame menos, busque a solucão dos problemas. Pense e aja positivamente :))

domingo, 8 de julho de 2012



Tumblr_m55zs9tphe1r0h32mo1_500_large 


No meio da calmaria eu era uma pessoa como tantas as outras que não davam a mínima para tudo o que lhe cercava, quando me vi em plena corrida comecei a dar o melhor de mim em tudo o que fazia porque queria me testar e saber aonde conseguiria chegar. Me virei do avesso e cheguei longe..


Confesso, fiquei besta ao ver que fui aprovada em minha turma de idiomas com uma das maiores notas,  mesmo faltando muito. Quando meus amigos começaram a ficar mais felizes por eu aprender a dispor do meu tempo livre para fazermos coisas simples como tomar um sorvete por meia hora seguida, compartilhando assim um rápido espaço de tempo. Alcancei realizações pessoais também, daquelas que acho que são importantes para mim, mas para quem vê de fora não acha muito interessante.. Há noites em que durmo pouco, comecei a me programar e tudo começou a dar mais certo que nunca..Agradeço a Deus por me dar força de vontade e fôlego para tudo isso


"Tell me baby, what's your story
Where you come from and where you want to go this time on"
 -    RHCP
quinta-feira, 14 de junho de 2012



0ad802d33ea4c781557b1fe318950de8_large 


Lembro do dia em que dei aquele salto no escuro. Eu simplesmente projetei a minha vida para daqui a 5 anos e simplesmente decidi que não queria levar uma vida como aquela, não queria mais estar ali e resolvi fugir. A minha sorte foi que no dia em que comecei a buscar cosias novas e experiências novas eu as encontrei e em menos de uma semana descobri que fui da água para o vinho.

Antes eu estava ficando opaca, sem cor e invisível. Agora as pessoas me veem, voltaram a me admirar e eu voltei a me amar. Voltei a recuperar um posto que eu havia perdido dentro das salas de aula também, o de menina mais estudiosa, de Google ambulante. Eu meio que gosto de saber de tudo um pouco mais que as outras pessoas e acho bacana quando as pessoas não sabem de algo e vem me perguntar (eu adoro explicar calma e pausadamente atééé as pessoas me entenderem bem). p.s: Não me tachem de Nerd e seus derivados, não gosto.

Minha auto-estima voltou também, me senti mais livre e mais feliz para fazer as minhas escolhas e senti como se minha voz voltasse. Me dediquei aos projetos paralelos de diversão, agora vivo em festas e amo o cinema. Em festas, diga-se, vou porque amo muuuuuuuuito dançar (ainda que eu ache que não sei dançar bem) e conhecer gente nova e virar a noite fora. Procuro ver todos os filmes que estão em cartaz, todos todos mesmo, para poder passar 2 semanas sem ir ao cinema e depois voltar somente para ver as estréias. Eu não gosto muito de dvd, adoro ver o filme em tela grande comendo as besteiras que as bomboniéres e os supermercados vendem.


Revi a lista de pessoas que andam sempre comigo, sempre soube que colegas eu tenho a rodo mas amigos tenho poucos. Busco conhecer culturas novas e pessoas novas sem me esquecer dos meus bons e velhos companheiros, compartilhar com eles o que venho descobrindo também.

E a vida segue melhor e eu venho me sentindo mais feliz depois que dei aquele salto no escuro.

domingo, 29 de abril de 2012


É, eu tou feia na foto.
Sou doadora de sangue desde quando completei 18 anos. Gosto de saber que de alguma forma ajudo pessoas que não conheço, e que uma bolsa de sangue pode salvar até 3 vidas. Doar sangue é um ato de solidariedade com o próximo. Além disso, nessas voltas doidas que o mundo dá, hoje você pode estar doando para alguém, amanhã alguém poderá estar doando para você.



Doação de sangue é o processo pelo qual um doador voluntário tem seu sangue coletado para armazenamento em um banco de sangue ou hemocentro para um uso subsequente em uma transfusão de sangue. Trata-se de um processo de fundamental importância para o funcionamento de um hospital ou centro de saúde.


A ciência avançou muito e fez várias descobertas. Mas ainda não foi encontrado um substituto para o sangue humano. Por isso, sempre que precisa de uma transfusão de sangue, a pessoa só pode contar com a solidariedade de outras pessoas. Doar sangue é simples, rápido e seguro. Mas, para quem o recebe, esse gesto não é nada simples: vale a vida. Seja doador voluntário. Faz bem também para você. Porque a satisfação de salvar vidas é a maior recompensa.

Porque, quem doa sangue, doa vida.


Por que doar sangue

Pacientes submetidos a transplante de órgãos, em terapia para o câncer e portadores de muitas outras doenças dependem de transfusão de sangue para o seu tratamento. O sangue também é crítico para a sobrevida de recém-nascidos prematuros e de pessoas que sofreram grandes acidentes. Você pode precisar de transfusão de sangue em uma grande variedade de situações. Para repor uma perda aguda de sangue que pode ocorrer durante cirurgias, em acidentes, durante o tratamento de câncer ou para repor células que são anormalmente destruídas pelo organismo ou não fabricadas pela medula óssea.

Todos os procedimentos médicos que demandam transfusão de sangue precisam dispor de um fornecimento regular e seguro deste elemento. Daí a importância de se manter sempre abastecidos os bancos de sangue por meio das doações, que não engrossam nem afinam o sangue do doador. É fácil e seguro, e não se pode mentir nem omitir informações, pois quem recebe o sangue pode ser contaminado.

Doar sangue é um procedimento simples, rápido, sigiloso e seguro.

Requisitos básicos para doação de sangue
  • Estar em boas condições de saúde.
  • Ter entre 16 e 67 anos, desde que a primeira doação tenha sido feita até 60 anos 
  • Pesar no mínimo 50kg.
  • Estar descansado (ter dormido pelo menos 6 horas nas últimas 24 horas).
  • Estar alimentado (evitar alimentação gordurosa nas 4 horas que antecedem a doação).
  • Apresentar documento original com foto emitido por órgão oficial (Carteira de Identidade, Cartão de Identidade de Profissional Liberal, Carteira de Trabalho e Previdência Social).
Impedimentos temporários
  • Resfriado: aguardar 7 dias.
  • Gravidez: 90 dias após parto normal e 180 dias após cesariana.
  • Amamentação (se o parto ocorreu há menos de 12 meses).
  • Ingestão de bebida alcoólica nas 12 horas que antecedem a doação.
  • Tatuagem nos últimos 12 meses.
  • Situações nas quais há maior risco de adquirir doenças sexualmente transmissíveis, como não usar preservativo com parceiros ocasionais ou desconhecidos: aguardar 12 meses.
Impedimentos definitivos
  • Hepatite após os 10 anos de idade.
  • Evidência clínica ou laboratorial das seguintes doenças infecciosas transmissíveis pelo sangue: Hepatites B e C, AIDS (vírus HIV), doenças associadas aos vírus HTLV I e II e Doença de Chagas.
  • Uso de drogas ilícitas injetáveis.
  • Malária.
Respeitar os intervalos para doação
  • Homens 60 dias: até 4 doações por ano.
  • Mulheres 90 dias: até 3 doações por ano.



A coleta de sangue para doação consiste na retirada de cerca de 450ml de sangue, através do uso de material descartável, de uso único e estéril. O tempo de permanência do doador no Banco de Sangue, incluindo coleta e triagem, é de aproximadamente 12 minutos


Cuidados após a doação de sangue

  • Permaneça pelo menos 15 minutos após a doação em nossos serviços para que possamos observá-lo;
  • não fume na 1ª hora após a doação;
  • tome bastante líquidos (ex.: água, suco, chá);
  • evite atividades físicas vigorosas ou que coloquem em risco a sua segurança e a de outros nas próximas 12 horas;
  • evite utilizar intensamente o braço onde foi realizada a punção;
  • comunique o Serviço de Hemoterapia caso você queira informar algo que omitiu na entrevista ou achar que seu sangue pode ser prejudicial a outra pessoa;
  • procure o Serviço de Hemoterapia caso apresente qualquer problema que você ache que possa estar relacionado com a doação;
  • respeite o intervalo mínimo entre as doações, 2 meses para o homem e 3 meses para a mulher;
 Fontes:
quinta-feira, 26 de abril de 2012


Como não escutar essa música e não lembrar o Latrel daquele filme "As Branquelas", não é?

Hoje é um daqueles dias em que acordei feliz sem ter um motivo certo.
E eu queria compartilhar isso com uma música que com certeza é muito nostálgica e todo mundo conhece, seja no inglês bonitinho ou naquele inglês de quem não sabe bem a letra da música e que soa quase com uns grunidos. Enfim.

Espero que todos curtamesse momento e tenham um ótimo dia também.


P.S.: Andei sentindo saudades de um layout mais light no blog, espero que vocês tenham curtido também. Ainda estou mexendo em algumas coisinhas por aqui :))


 A Thousand Miles - Vanessa Carlton 

Making my way downtown
Walking fast
Faces passed
And I'm home bound...

Staring blankly ahead
Just making my way
Making my way
Through the crowd...

And I need you
And I miss you
And now I wonder....

(Chorus)
If I could fall
Into the sky
Do you think time
Would pass me by..
'Cause you know I'd walk
A thousand miles
If I could
Just see you...
Tonight

It's always times like these
When I think of you
And I wonder If you ever
Think of me

Cause everything's so wrong
And I don't belong
Living in your
Precious memories

'Cause I need you
And I miss you
And now I wonder....

(Chorus)
If I could fall
Into the sky
Do you think time
Would pass me by.. Oh!
'Cause you know I'd walk
A thousand miles
If I could
Just see you...
Tonight

And I, I, Don't want to let you know
I, I, Drown in your memory
I, I, Don't want to let this go
I, I, Don't...

Making my way downtown
Walking fast
Faces passed
And I'm home bound..

Staring blankly ahead
Just making my way
Making my way
Through the crowd

And I still need you
And I still miss you
And now I wonder...

If I could fall
Into the sky
Do you think time
Would pass us by
'Cause you know I'd walk
A thousand miles
If I could
Just see you...

If I could fall
Into the sky
Do you think time
Would pass me by
'Cause you know I'd walk
A thousand miles
If I could
Just see you...
If I could
Just hold you...
Tonight..
quarta-feira, 18 de abril de 2012
301046_231256330260966_218926508160615_596937_1806382212_n_large

Há vezes em que eu gosto desses momentos tolos, quando tiro meus amigos do sério fazendo-os rir por horas. Quando não preciso pensar muito e qualquer besteira que eu diga é desenvolvida de uma maneira doce, fazendo eu ter boas recordações de mim mesma e das pessoas ao meu redor. Também adoro a recíproca, quando eu estou quieta e séria e eles vem com algo totalmente sem noção, fazendo às vezes, eu passar o dia sorrindo e as pessoas que não o sabem acharem que sou virada das idéias...


terça-feira, 17 de abril de 2012
 
 
But it's just another one of those days
The way you made it all feel so right
The way you fit into my arms at night
I'll remember that feeling for the rest of my life
 
 
But it's just another one of those days
I can't help but feel a little bit sad
About the things you and i never had
I had the world, but instead threw it out of the way
 

segunda-feira, 16 de abril de 2012



Quem havia me mostrado esse vídeo do Yelle foi o Magic Cake na verdade o descobri fuçando o Facebook dele e o achei divertido, dançante e diferente. A música tem um ritmo eletrônico e os carinhas dançando no clipe são uma coisa muito hilária, fora que a música é francesa (geralmente só encontramos músicas inglesas assim). Bacana para quem gosta de estilos diferentes e também para ouvir quando se está afim de dançar muito.
domingo, 15 de abril de 2012
Tumblr_lkzwj4imib1qiswnio1_500_large 

A vida é assim pelo menos é a forma como vejo as coisas.
A gente procura preservar o que está ao nosso lado e tentar ser a melhor pessoa possível para realizações pessoais e para algumas pessoas. E de repente toma um choque, de repente desperta. Olha ao redor e a tudo o que ocorre, olha para nossa própria vida de cima. Começa a perceber que está dando valor a algumas pessoas que não estão nem aí para a gente e algumas coisas que não valem a pena e se sente um tanto vazio e só, como se tudo estivesse sendo em vão. Colocando valor no lugar errado...

Nessas horas, colega, a gente tem que se avaliar e decidir o que queremos e que tipo de pessoas queremos que estejam ao nosso lado. No caso das pessoas, uma conversa franca pode ajudar ou não e lembrar a si mesmo que você tem valor ajuda (porque não adianta de nada querer que as pessoas se importem com você quando você mesmo não se ama). Se colocar no lugar das pessoas que estão ao seu lado também ajuda pois é muito fácil você querer que todos se importem com você quando você mesmo não está nem aí para ninguém, tratando como filé mignon (acho que é assim que se escreve) quem te trata como ovo frito. Pedir perdão e tentar mudar para melhor, nesses momentos, ajuda.

No caso das realizações pessoais e das coisas que almeja/conquistou & afins deve-se levar em consideração o que esperamos de nós mesmos e qual a importância que isso terá para nós. É um pouco mais complicado quando lidamos com isso. Pedir a opinião dos amigos e familiares pode ajudar ou não pois há vezes em que as pessoas podem ver como desnecessário o que você mais deseja. Cada um faz o seu caminho, é o que sempre digo, nunca deixe de correr atrás do que VOCÊ deseja ou deixe de acreditar em si mesmo.

Só se vive uma vez (como diria The Strokes). Há vezes em que erramos, há vezes em que acertamos. Cada experiência que vivemos nos trazem experiências únicas. Cair, todo mundo cai, o importante é levantar e seguir adiante.
terça-feira, 20 de março de 2012
Displaypicture_large

Sempre gostei dessas pessoas que fizeram muito pela humanidade sem aparecer, sem ter seu nome estampado num outdoor para que todo mundo veja o que essa pessoa fez de bom. Sempre fui fã dessas pessoas de nomes até mesmo desconhecido que procuram ajudar outras, que descobrem coisas bacanas e que vivem em função do próximo ou de tornar pelo menos o ambiente onde vivem um lugar melhor.

Com todo brasileiro que já viu isso se repetir várias vezes, tenho comigo que as pessoas que procuram estar em evidência com boas ações querem alguma coisa em troca disso. Ajudam no intuito de ter alguma retribuição. Mesmo que me digam "Não, agora é diferente, não é como você pensa", não mudo de opinião até perceber que as propostas eram verdadeiras (o que raramente acontece).

Já vi pessoas sairem do anonimato e serem aplaudidas por lutarem por uma causa importante, assim como também já vi pessoas em evidência serem vaiadas por propagarem boas ações com o intuito de se favorecer politica ou financeiramente.

Gosto dessas pessoas que são bastante inteligentes ou não, que chegam longe e que são humildes. Que tratam a todos com respeito, que quando se encontram em dificuldades não tem vergonha em pedir ajuda e que quando erram, não temem em pedir perdão.Essas pessoas cautelosas que por vezes não falam muito mas que fazem bastante...

Espero um dia ser assim, ainda tenho muito o que melhorar. Ainda estou tentando mudar a mim mesma para depois mudar o mundo, espero ter sucesso.
segunda-feira, 19 de março de 2012
368274251_368274251_1_large

E chega um momento em que tudo começa a se tornar um turbilhão na minha mente. Trabalho da faculdade, aulas do francês, cosias que eu deveria estudar, pressão dos professores, pressão no trabalho, eu mesma me pressionando para um monte de coisa e ainda tem os porquinhos da índia que eu tenho que alimentar mais as coisas que eu deveria estar lendo para a semana que vem, o blog que eu esqueço sempre de atualizar,as idéias que tenho e não anoto...

Aí eu olho para mim mesma e puxo todas as tomadas, me desligo de tudo.

Abaixo a cabeça e penso comigo mesma: "Bora lá, moça. Fazer cada coisa de cada vez, direito e sem pressa."


Abro os olhos e sigo.
domingo, 11 de março de 2012


Achei esses vídeos em meio a tantos da internet e achei interessante compartilhar por falar de relacionamentos de uma forma muito divertida e light. Parecem conselhos antigos, daqueles que nossas mães ou avós dão para nós mas que mesmo assim, em dias atuais, são muito válidos, fora que nos despetam e nos fazem abrir os olhos para coisas as quais não prestamos a atenção.







Uma vez eu aprendi que em qualquer relacionamento existe doação, estilo a osmose na biologia e a troca de calor entre os corpos na física. Uma troca recíproca, que não é válida somente para relacionamentos amorosos mas sim no geral.







asas
quinta-feira, 1 de março de 2012
Ás vezes você não pode esperar pelo amanhã para que as coisas aconteçam, tem que fazê-las hoje. Ás vezes a vida pede que você tome uma decisão rápida para algo importante sem que você tenha tempo para pensar muito e você simplesmente tem que optar. Ás vezes achamos a vida injusta porque nossos planos nã dão certo e quando caminhamos mais um pouco vemos que a vida nos pregou uma surpresa. Às vezes muitas pessoas irão estar do seu lado nos momentos mais importantes da sua vida, às vezes você estará sozinho. Ás vezes você se sente a melhor pessoa do mundo por fazer algo que muitas pessoas ignoram, às vezes você se sente a pior pessoa do mundo por fazer algo que muita gente adora. Ás vezes você magoa os sentimentos de outras pessoas sem saber, às vezes você é magoado. Ás vezes você tá chegando longe com muita gente tentando te colocar para baixo. Ás vezes você está em uma posição que muita gente inveja quando gostaria de estar em outro lugar. Ás vezes você ama e tem os seus sentimentos correspondidos, ás vezes não. Ás vezes chove quando você mais quer que faça sol, às vezes ocorre o contrário. Ás vezes eu ligo pra você querendo apenas ouvir sua voz, às vezes quero que você ligue para saber se eu estou bem. Às vezes eu queria as coisas de um jeito e elas me surgem de um jeito diferente, Ás vezes os dias são incertos...
domingo, 12 de fevereiro de 2012
Após um certo tempo você decide que quer ser alguém na vida e resolve fazer uma faculdade, como não tem muitos recursos (ou tem mas prefere economizar) começa a estudar para fazer o vestibular numa faculdade pública. Promete a si mesmo que vai arrebentar na prova e se inscreve num cursinho pré-vestibular ou começa a estudar em casa.

No primeiro dia de aula no cursinho me senti como se fizesse parte de um planeta paralelo onde não tinha muita informação e viajava na maionese durante as aulas, porque descobri que não sabia nem a metade de tudo aquilo o que os professores ensinavam, e foi aí onde a depressão começou...
Peguei o livro do cursinho (que era só um resumão de cada assunto) e mais um monte de outros para complementar os estudos. A depressão e o desespero continuam pois os professores dizem que "enquanto você dorme, seu concorrente estuda"..
Foi quando me afundei nos livros e parei de sqair de casa para atividades normais, ia de casa para o trabalho, do trabalho pro cursinho e do cursinho ia para casa estudar até tarde e acordar cedo no dia seguinte para a mesma rotina.

Conhecendo os colegas de cursinho, procurava perguntar que área eles queriam seguir para assim descobrir um possível concorrente e tentar ser melhor que ele. No meio desse povo descobri os alunos que estão lá apenas por estar, que não veem aula, que dormem ou fogem das matérias e me senti feliz (porque a gente se sente feliz em ver que está na melhor)


Estuda, estuda, estuda e não importava o quanto eu estudava, sempre achava que não era o suficiente e que eu precisava me esforçar mais e mais e mais. Fiz amizades ótimas, principalmente com pessoas que queriam Medicina, sempre dizia a eles que eles deveriam saber mais do que eu porque a escolha deles requeria um conhecimento universal, eles tinham que saber de tudo quanto eu tinha que me dedicar a exatas (coisa que sempre amei). Pessoas como o Rafael e a Camilla (que vivam implicando um com o outro, e que conseguiram ambos passar em Medicina.


Pessoas como o Milton (que passou para Relacões Públicas)


E pessoas como o Luan e a Maria Eduarda (que eu não tenho foto com eles porque eles são tímidos...)

No primeiro ano de cursinho não passei em nenhuma das minhas opções, foi triste e muito mas muito desmotivante mesmo. Batia o pé que queria mecânica, que queria fazer exatas, que queria fazer faculdade pública e não desisti. Passei mais um ano no cursinho, conheci gente nova, tive momentos inesquecíveis.. Nesse ano eu fiz duas promessas, uma de que se eu passasse, queimaria todos os meus livros de estudo e que eu deletaria essa foto do meu celular:



Essa foto está no meu celular desde 19.11.2010 20:42 e foi tirada numa aula de biologia do professor Thiago (nunca mais esqueci o que era o Crossing Over), sempre colocava como papel de parede no celular quando estava prestes a fazer alguma prova.

Também teve o professor Davi, de matemática (que era o meu favorito) com aquele sotaque do nordeste e o professor Gerson, de geografia. Eu não precisava estudar geografia e só o fazia porque o professor era foderosamente bom e eu sentia vontade de aprender e de estar em todas as suas aulas.


Neste ano consegui passar para um curso que eu não queria, por ter tirado uma pontuação baixa. Na hora das provas ficava muito nervosa e na redação sempre me dava um branco, o que fazia eu me sair um completo desastre. Foi quando eu desisti da vida de cursinho, me dediquei ao trabalho e a leitura, comecei a viver e fazer outras coisas. Volta e meia voltava a fazer alguns cálculos mas não era com tanto afinco. Fiz a prova para Técnico em Eletrotécnica no IFAM (Instituto Federal do Amazonas) e passei. Fiquei muito feliz, verdade. Fiz a minha inscrição no dia 13 de Julho de 2011, também conhecido como Dia Mundial do Rock (as inscrições iam do dia 12 ao 13 e eu optei por fazê-lo dia 13).

No fim do ano, fiquei esperando pelas provas de vestibular. A única coisa que treinei foi a redação e aprendi como argumentar melhor. Me inscrevi para todo vestibular que aparecia, ENEM, IFAM, UEA, CETAM e ainda esperava abrir oportunidades de bolsas de estudo.

Meu sonho de consumo era sempre passar na UEA, considerada a mais difícil. Me inscrevi para um curso cruel, Tecnologia em Automação Industrial, também conhecido como Tecnologia em Mecatrônica. Só tem UMA Engenharia lá (que depois do 3º período o aluno escolhe qual a área quer fazer) e eu não ia querer disputar por apenas 58 vagas com 1316461231 candidatos. No meu grupo só haviam 8, OITO VAGAS , para o curso. Me inscrevi jurando que eu mesma não ia conseguir.

Uma coisa que aprendi com vestibulares anteriores é que não importa qual concurso você quererá se inscrever, LEIA SEMPRE A DROGA DO EDITAL ANTES. É no Edital que consta a data da prova, o que você tem que levar, quando sairá os resultados e o que você terá que fazer. Colocava no calendário do celular quando eram as datas das provas, da entrega dos documentos, da data de saída da lista dos aprovados e etc.

Fiz uma redação incrível no ENEM e no IFAM, na UEA eu nem lembro o que raios escrevi naquele pedaço de papel com 30 linhas. Pela ordem, o resultado do IFAM saiu primeiro, seguido pleo do ENEM e depous pelo da UEA, ainda tinha o Bolsa Universidade, programa de incentivo do governo para que alunos pudessem ingressar no ensino superior com uma bolsa de estudos. Passei no IFAM para um curso que eu queria, mas estava triste porque a faculdade é longe de onde moro, No ENEM me senti injustiçada porque tirei uma nota mediana na redação e não consegui a pontuação necessária para o curso que eu queria. No da UEA eu nem vi a lista, sabia que tinha sido uma droga naquela prova e estava esperando o resultado do Bolsa Universidade, quando saiu o resultado do bolsa descobri que não tinha sido contemplada com isso e fiquei triste. Aí entrei no site da UEA para saber quando seria a 2º Chamada do vestibular. Para a minha surpresa descobri a seguinte mensagem:


Tenho um plano depois que começar a cursar esse curso, mas isso ainda é um segredo. Na lista dos aprovados meu nome constava em 7º lugar




Sou uma péssima fotógrafa --"

Enfim.

Depois da aprovação me senti mega feliz porque todos os esforços que fiz valeram a pena,. Demorou, é verdade, mas ainda assim valeu a penaestar cursando MECATRÔNICA (mecânica aplicada à robótica e outras coisas mais...)

Agora sou universitária pelo estado e me sinto honrada com isso. Posso não estar fazendo engenharia, mas estou com um pé dentro da faculdade, mudar de curso na mesma instituição é só uma questão de tempo :))

domingo, 5 de fevereiro de 2012
Paint,girl,sad,girl,pain,photography,sad-85c718dd5d011490d7cf3c2ae73a8eff_h_large

Ás vezes acontece de repente, chega a demorar para acontecer e quando isso corre passo horas e horas triste, a pensar. Acontece comigo, acontece com todo mundo...
É como se eu tivesse pego um choque numa corrente de alta voltagem e de repente tenho a impressão de haver despertado para a vida. Começo a pensar sobre tudo o que acontece ao meu redor, tudo o que deixei acontecer e o que deixei para trás. De repente olho para mim mesma e me pergunto "como será que estou indo?" "será que estou seguindo no caminho certo?" "será que as escolhas que fiz foram boas, será que não havia outra alternativa?" pergunto de mim mesma se consegui chegar aonde queria ou se estou caminhando para isso...

Coloco numa balança imaginária todas as coisas boas e ruins que me aconteceram, me pergunto se as coisas ruins ocorreram porque deixei acontecer sem me mover e se as coisas boas poderiam ter sido melhores. Avalio em mim mesma minhas qualidades e defeitos, vejo em mim onde preciso melhorar e onde posso relaxar sem perdas. Penso nos sonhos que tenho e tive, vejo quantos já consegui realizar, quais as minhas metas para esses dias, esses meses...É, eu exijo muito de mim.

Refaço o caminho para pedir desculpas a quem magoei, falo a verdade de uma maneira aberta e procuro me mostrar totalmente transparente diante das pessoas (para que assim elas possam ver atravéz de mim)
Tenho a vontade de buscar sempre o melhor, mas não exijo a perfeição. Não sou perfeita e nem pretendo ser, sempre convivi comigo mesma errando e entendo que as pessoas ao meu redor cometam falhas.

Há as vezes em que o pessimismo me consome e eu sinto que não cheguei muito longe. Dias em que eu vejo o quanto sou agraciada com coisas boas também.Minha felicidade ultimamente é saber que estou a alguns pés de uma coisa que considero um marco na minha vida, um grande avanço..

Procuro em mim forças para poder me motivar, prosseguir, avançar..
Há vezes em que não consigo isso sozinha e meus amigos me auxiliam, nessas horas agradeço a Deus por tê-los colocado em meu caminho e estarem do meu lado até mesmo quando eu sinto tudo dar errado, por me ouvirem quando preciso falar e me aconselhar da melhor (ou até pior) maneira possível, por tentarem arrancarem risos de mim quando estou séria demais e por me abraçarem bastante. Espero sempre cuidar deles da mesma forma como cuidam de mim.


Esses dias não estão sendo fáceis, mas junto deles me sinto mais confiante. :))

(Nunca desista de algo na sua vida por mais difícil q seja, pois se lutar conseguirá sair talvez com alguns arranhões mas vitorioso, isso é o que importa. Nunca desista de si mesmo.)

domingo, 29 de janeiro de 2012
Oi pessoas, já faz tempo que quero falar sobre esse assunto mas só agora tive coragem tempo para escrever sobre. Sentiram saudades da minha cara feia e das minhas unhas psicodélicas? :)





Vamos falar sobre squeezes, ou garrafinhas de água e suco ou o que seja.. Enfim.
Costumo beber muita água quando não estou em casa e procuro sempre levar uma das minhas garrafinhas comigo, haviam coisas que eu notei e coisas que descobri pela internet que considero importante compartilhar.

É importante ter sempre uma squeeze com água em mãos para poder manter o corpo hidratado durante todo o dia, porque além de serem práticas são ecologicamente corretas ao dispensar o uso de vários copos descartáveis ao longo do dia.

A atenção deve estar voltada para como essas garrafinhas são utilizadas.

Por estarem em contato direto com nossa boca e mãos, as garrafinhas acabam se encendo de bactérias que podem ser nocivas à saúde, causando doenças como amidalite, faringite e outras mais sérias. O que não quer dizer que o seu uso deve ser descartado mas que mantê-la higienizada ajuda a reduzir o risco de contaminação e doenças. A squeeze nunca deve ser compartilhada com outras pessoas e precisa ser limpa todos os dias, para evitar bactérias e fungos.




Cuidados importantes:
  • Nada de reaproveitar garrafinhas de suco ou refrigerante! Use apenas os recipientes de água mineral e, mesmo assim, essas devem ser trocadas a cada 3 dias;
  • Se possível, opte pelas squeezes feitas em aço inoxidável. O aço é mais fácil de ser higienizado e funciona como antibactericida;
  • Garrafinhas transparentes e com a boca mais larga também são mais adequadas, pois é possível ver o que acumula dentro dela e limpar com escova ou esponja;
  • Quem bebe direto no gargalo não deve levar mais que 3 horas para beber todo o líquido da garrafa;
  • As melhores garrafinhas são aquelas que impedem o contato direto da água com a saliva;
  • Lave sempre as mãos antes de tomar a água.
Como Limpar
É importante que a limpeza das garrafinhas seja feita diariamente. Do contrário, vão se acumulando fungos e bactérias na água que fica no fundo do recipiente, facilitando a contaminação. Outra dica é nunca usar água fervente, principalmente nas garrafas de plástico, para não haver liberação de substâncias tóxicas. Observe principalmente as fissuras e tampa da garrafa, onde a sujeira se acumula com mais frequência.
Uma boa maneira de se higienizar a garrafinha de água é deixando-a de molho em uma mistura de água e hipoclorito (uma colher por litro de água) por cerca de 20 minutos. Depois é só passar uma escovinha na água e enxaguar em água corrente. A limpeza também pode ser feita com água, detergente e o auxílio de uma esponja ou escova.
Seguindo essas dicas, você manterá seu corpo sempre hidratado, sem nenhum risco para a saúde

Nota da Autora
Momento "Façam o que eu digo, não o que eu faço"




Não costumo tomar a água diretamente da tampa, sempre me dou ao trabaho de abrir a garrafa.
Quanto a sucos e outras bebidas, após ingeridas, costumo lavar bem por dentro e também a parte interna da tampa para que não fique nenhum resíduo, depois coloco as partes separadas para secar ao sol, o que evita que ela fique abafada, agravando o cheiro do que foi consumido e deixando a garrafa seca por inteiro.


Procuro renovar a água dentro dela também, para que ela não fique muito tempo dentro da garrafa (apesar de eu ser uma esponja às vezes e a bebida não durar muito tempo no recipiente)


Fonte:
Espaço das Academias
sábado, 7 de janeiro de 2012
388304_228659690543146_118147031594413_505863_1663294980_n_large

Nem sempre estou certa, tenho certeza disso. O problema é saber se procuro andar com as pessoas certas ou com as erradas. Com as certas eu tenho a oportunidade de melhorar e mudar, com as erradas eu me sinto mais a vontade, porque junto delas eu sei que posso ser eu mesma. Não quero ser um exemplo de perfeição e sim errar menos, evoluir. Não quero andar com as pessoas certas e ser julgada por isso também, assim como não quero ficar na mesmice e simplesmente parar no tempo persistindo nos próprios erros...
domingo, 1 de janeiro de 2012



390453_318151011548488_100000607751874_1025170_997630970_n_large
 

Já é 2012, o que eu farei agora?
Acho que a resposta encontro em mim, acho que quero fazer de 2012 um ano melhor, ser uma pessoa melhor, fazer e descobrir coisas novas. Espero também ser quem  sou e fazer as coisas que eu faço e continuar tratando as pessoas com a cortesia que sempre faço. Sei que irei chorar de felicidade e raiva, sei que irei ser louca às vezes e fazer coisas que digo que nunca faria...

Espero ler coisas novas, ouvir músicas novas, mas também não quero abandonar os livros que já li e os meus cds de bandas favoritas. Espero descobrir filosofias novas e pessoas diferentes de mim, normais ou até mesmo malucas, pessoas que possam compartilhar um tiquinho de si mesmas comigo, assim como espero dar a elas um pedacinho da minha vida.

Espero ser capaz de perdoar as pessoas que me machucam, porque as pessoas podem te machucar ás vezes, assim como espero que me perdoem pelos erros que eu mesma cometo ou ainda irei cometer. Espero olhar sempre nos olhos das pessoas e ser sincera, e dizer a verdade com um sorriso no rosto e ver a vidade vários ângulos possíveis.

Espero me dar uma chance de conhecer pessoas que eu mesma considero chatas e descobrir que todo o meu pensamento estava errado, espero correr na chuva e gritar de felicidade, espero cantar com a voz ruim até ficar rouca e dançar até minhas pernas doerem muito. Espero ter notícias boas e compartilhar elas aqui. Espero que meus amigos e todas as pessoas do mundo tenham um ano bom, saúde, felicidade e dinheiro o suficiente para suprirem suas necessidades. Espero que hajam descobertas em todos os ramos, principalmente o da medicina, e que várias pessoas se beneficiem disso melhorando a qualidade de suas vidas.

Espero que todos possamos carregar coisas boas e compartilhar isso com as pessoas ao nosso redor e que elas também passem isso adiante, porque a paz mundial pode ser alcançada desde que todo mundo faça a sua parte.

Espero que tudo isso se concretize e vocês me liguem, mandem mensagem/e-mail/sinal de fogo para compartilhar as boas novas.


Feliz 2012 pra todo o mundo, é o meu desejo mais sincero :)
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...