terça-feira, 30 de dezembro de 2014
Quando passei para engenharia naquela universidade, só realmente quis acreditar do mesmo após a efetuação da matrícula, quando o atendente me entregou um comprovante de matricula e disse "Bem vinda a UFAM". Eu fiquei emocionada e não acreditava que realmente tinha conseguido. 
Desde ali, lá se tornou a minha segunda casa. Passo mais tempo lá do que em casa e de lá, saudades sinto quando longe estou. Faço algo que eu realmente amo, conheci pessoas que adoro e levo a vida que (academicamente) sempre sonhei para mim. 
Nenhum curso é fácil, todos eles tem suas dificuldades. Se tem coisa que gosto muito é encontrar pessoas que fazem o que realmente amam, o que sempre sonharam em fazer ou pessoas que se descobriram no curso (seja ele qual for).
Daqui a uns anos, quem sabe, me vejo construindo algo revolucionário para a vida das pessoas, mas, primeiramente, sonho em me formar. Na verdade nem sonho em me formar com tanta pressa assim, sonho em aproveitar ao máximo o meu curso e a faculdade, aprender o máximo que eu puder e conhecer pessoas com pensamentos iguais ou até mesmo diferentes dos meus . Participar de seus mundos e deixar que participem do meu. Não somente existir, mas também viver..
Todos os períodos em que passo longe, de certa forma não são "longe" de lá, vou com a universidade no pensamento, conversado com os amigos, adiantando ou revisando assuntos que deixei passar, pensando que outro dia estarei lá novamente e que este livro de estórias está longe de chegar ao fim.


segunda-feira, 29 de dezembro de 2014


Amei tanto esse doodle que resolvi compartilhar aqui. Cacei até quem é que toca a música e acabei descobrindo Matt Saxton, um artista em ascensão. Já disse isto antes, eu amo o Natal e todo o sentimento que essa data me traz.
Pela primeira vez na vida tive a oportunidade de ter minha avó paterna perto de mim nessa data e, eu e minha irmã, nos organizamos para ter o Natal mais clichê possível, com direito a todas as coisas que um Natal tradicional tem (incluindo músicas natalinas, uvas passas no arroz e panetone). Comemos muito, rimos muito e passamos uma semana tentando comer a comida que sobrou (aquela coisa ~linda~ que era abrir a geladeira e ver aquele vatapá réréquentado).
Um Natal bom, recheado de coisas boas em família. Um Natal Feliz


sexta-feira, 3 de outubro de 2014
ZAZ - "On ira"


É tipo assim, quando eu menos espero. Os dedos vão automaticamente no player caçando essa música. Gosto da letra, de tudo o que ela diz e me faz sentir. Às vezes tropeço na letra, esqueço partes. Dias em que só escuto, ou então grito:


Oh! Qu'elle est belle notre chance
Aux milles couleurs de l'être humain
Mélangées de nos différences
A la croisée des destins

Vous êtes les étoiles, nous somme l'univers
Vous êtes en un grain de sable, nous sommes le désert
Vous êtes mille pages et moi je suis la plume


Gosto dela pois me remete ao filme "Sociedade dos Poetas Mortos" e do Carpe Diem, de fazer coisas quando se tem vontade, ainda que elas sejam um tanto sem noção. De se sentir vivo, de fugir a normalidade. 
É uma daquelas músicas em que ao escutar simplesmente esqueço tudo, daquelas que posso passar dias sem ouvir mas não excluo da minha lista e, quando menos espero, ela toma sentido, sendo a trilha sonora de partes da minha vida, colorindo-a com acordes.
quarta-feira, 1 de outubro de 2014
♥♥


Outubro é, de longe, o meu mês favorito.
Quando eu era criança, dizia que no dia 12 (dia das crianças) eu poderia fazer o que eu quisesse sem que minha mãe chamasse a atenção (o que nem sempre era verdade), quando o ano começava eu esperava por outubro, ansiava outubro, curtia outubro todo e ficava triste quando o mês acabava.

O-u-t-u-b-r-o
Para mim, até o nome do mês soa legal.

 Amo tanto esse mês que por vezes lamentei por não ter nascido nele, parte das pessoas que tenho no coração são nascidas deste mês. Outubro para mim tem uma magia, um encanto místico, é o mês de bons fluidos para mim, sou mais feliz em outubro, mesmo que eu não saiba bem o porquê. Hoje é o primeiro dia, tenho todo um mês ótimo pela frente..
terça-feira, 30 de setembro de 2014
Esses são os modos, tal como os coloquei. Espantei-me ao notar os dias de fúria em que estás lá com um olhar atento, perscrutando tudo porém sem nada dizer-me. Acompanhando apenas com os olhos.. Aprendi a ler o seu rosto, o seu senso de agonia quando tens vontade de explodir, quando teu céu não está mais azul e quando a delicadeza abandona teu ser. Um pacto sem acordos, uma referência nunca dita porém existente.
O planeta que nos rege é o mesmo, nossos ambientes não. Tudo anda tão corrido aqui e acolá!
A descompostura, essa criança marota de olhos brilhantes e grandes, nos atinge de modo proporcionalmente inverso. Acho graça de toda a situação, quanto a ti te toma, e enfurece-te por nada.
segunda-feira, 29 de setembro de 2014
Por Emerson Monteiro

Você me contrata pra trabalhar na sua casa. Eu tenho que cuidar para que a casa esteja limpa, fazer manutenção no encanamento, corrente elétrica, gerador. Preparar comida, administrar o dinheiro que vai pro seu filho ir à escola, as matrículas, o material e uniforme. Mantenho ordenada a estrutura da casa pra que não hajam rachaduras, goteiras nem nenhum perigo para você e sua família. Também ajudo a administrar o dinheiro do seu transporte, manutenção dos seus carros. Afinal, você trabalha muito e tem muito estresse no trabalho pra manter a qualidade da casa.

Além disso acima, eu tenho que fazer a comida. E boa, para que todo mundo possa ir aos seus afazeres diários bem nutridos, principalmente as crianças, que estão em estado de crescimento e precisam de nutrientes.

E também cuido de você e seus filhos em saúde. Adoeceu? Minha tarefa é fazer de tudo pra que sua saúde fique boa. Levo seus filhos no hospital de imediato, com os melhores médicos, pra que tudo fique bem. Todo mundo tem que estar vivendo tranquilamente.

Você me encarrega de fazer isso todo dia, num contrato que dura quatro anos, com o salário de dezoito mil reais por mês. Caso me considere satisfatório, poderá prorrogar o contrato por mais quatro anos.

Apesar de o salário ser relativamente alto, sim, é algo justo. A sua capacidade financeira permite pagar essa quantia para mim sem perder conforto ou qualidade de vida. E é possível de renegociar mais tarde. Mas é uma boa grana, para um bom trabalho.

Eu assumo o trabalho. Entro, mexo nas economias. Acho uma, duas ou três formas de tirar um pouco mais do que você me paga. Eu encontro seu cofre, eu pego as planilhas de cálculo, eu faço pesquisa nos mercados. Faço um ou outro esquema pra tirar, digamos, uns 40 mil a mais além do salário padrão, fazendo com que eu ganhe 58 mil reais por mês pra trabalhar pra você. Mas se eu trabalhar bem, tudo bem roubar essa grana, não? Afinal, eu vou estar roubando mas ainda vou estar trabalhando pra você.

Eu roubo. Como bem, me visto bem, saio para as melhores festas, tenho do bom e do melhor na minha casa. A vida é tão boa que eu nem sinto vontade nem necessidade de trabalhar. Exceto se eu extrapolar meu orçamento. Aí tenho que trabalhar um novo plano de roubar mais dinheiro.

Começo a comprar comida barata. Fazer mal feita. Uso gasolina adulterada, misturada com água, que é mais econômica. Ela vai fazer mal pro seu carro, mas eu preciso juntar minha grana. E ainda vou estar levando seus filhos na escola e você pra trabalhar.

O carro, um Mercedes, dá problema. Ao invés de comprar outro carro à altura, bom, esportivo, luxuoso, eu compro um carro chinês sem manutenção em todo o território nacional. O carro, por sinal, é de segunda mão. E enrolo muuuuuito as transações porque eu também quero tirar um pouco do dinheiro dessa compra de carro novo pra mim. Também mereço uma Mercedes! E melhor que a sua que quem cuida da casa sou eu, oras.

As rachaduras que vão aparecendo com o tempo, degradação natural de materiais, eu só jogo pasta de gesso. Ou, pior. Se eu tiver com muita preguiça, uma faixa mentirosa prometendo a reforma da área em duas semanas. Mas vou enrolar por meses. Anos, se o Sr. me permitir. Mas acho que nem vai lembrar de cobrar, o Sr. trabalha muito.

Cano estourado? A gente compra água ali na esquina. Aproveita o vazamento, corta a conta de água, junta uns baldes e vai todo mundo tomar banho de balde até eu consertar. Mas não posso agora porque tenho outros compromissos. Quais? Não interessa ao senhor saber da minha vida pessoal.

Durante mais de três anos tem sido assim. E eu quero MUITO continuar com esse emprego, ele é tão bom. Mas tenho medo que o senhor não queira mais me contratar. O que eu faço pra segurar esse trabalho?

Já sei!

Vou maquiar as falhas mais detalhadas. E as mais visíveis, eu deixo escancaradas mesmo. Tá ruim. Mas não deu tempo de ajeitar. Quatro anos é muito pouco. A economia não é suficiente, tá faltando verba - porque eu desviei um percentual superior a 200% do meu salário do dinheiro que devia ser investido nas melhorias - e eu preciso de mais tempo pra consertar tudo isso. Eu sei que tivemos esse problema de eu pegar mais dinheiro. Mas olha, comida, água, até um carro novo eu comprei pro senhor. Há dois anos, ainda não chegou. Mas eu comprei! Eu fiz as coisas! Eu roubo, mas eu trabalho! Trabalho sem vontade, com preguiça, insatisfeito, prejudicando quem tá me dando grana, mas trabalho! Por favor, me deixa ficar!

Lendo assim, é uma coisa absurda. E de cara a gente pensa "NUNCA que alguém contrataria um cara desses pra trabalhar em casa. Porra, a gente abre a porta da NOSSA CASA pra um pilantra desses chegar e destruir nossa família? Ah não. Vai pra fora". Pois é. Mas esse é o trabalho de um Prefeito. De um Governador, de um Presidente.

De 2 em 2 anos, temos eleições intercaladas. Uma decide as esferas executivas e legislativas Federais e Estaduais. E outra, a esfera municipal. Esse ano, nós temos eleições municipais. Você lembra de tudo o que já aconteceu desde o início da atual administração, quatro anos atrás? E da administração passada? Conhece os candidatos que nunca assumiram, mas pretendem debutar? Sabe o que eles já fizeram ou podem fazer? Sabemos que tem confiança envolvida, mas é preciso também conhecer a índole do candidato à vaga. Afinal, ele vai decidir como vai ser a sua vida pelos próximos quatro anos.

PESQUISE! INFORME-SE! REAJA!
CHEGA DESSA HISTÓRIA DE "ROUBA, MAS FAZ"!
sábado, 2 de agosto de 2014
Way Beyond


"Mais nous on rit
tu me fais boire
on finit vite sur le trottoir
perdus cette nuit

 ...


On s'est loupé de peu je crois
je ne comprends pas
que pour nous deux c'est terminé
que nous deux rien ne va
j'avais tellement envie de toi
tu ne comprends pas
Non, je ne comprends pas, non"


- BB Brunes

*Sempre que vejo essa imagem lembro dessa música. E então danço \o/
terça-feira, 29 de julho de 2014
Facebook

Eu escolhi sentir e viver cada instante, o que sempre me induz a perdas e ganhos. Escolhi a intensidade dos sentimentos, sejam eles bons ou ruins. Cada um deles me trouxe aprendizagem diferentes e volta e meia mudaram todo o meu pensamento. Há vezes em que sinto medo, receio do que me rodeia e, ao me sentir fechada, simplesmente decido sair da minha zona de conforto e enfrentar o destino ao qual tanto fujo.
Todos somos frágeis e a vida (como alguém já disse) é apenas um sopro. Caso minha chama se apague amanhã, quero apenas sentir que não deixei nada do que sempre tive vontade de fazer pendente por descuido ou preguiça, pois depois sei que não poderei fazer mais nada.
quinta-feira, 26 de junho de 2014
Compreendo quando dizes que toda a gente tem resposta.

Fly

Tudo deve ter um nome, e eu não compreendo quando até o que considero etéreo e pouco conhecido um nome tem. Como quando tudo é simplesmente catalogado em real e não real, possível e não possível, variando apenas na intensidade. Essa intoxicação de informações me irrita, agonia. A incredulidade me deixa tensa, como se tudo precisasse de um sacolejo violento, como se todas as pessoas precisassem ser desligadas da realidade e lembrarem que o que está dentro, os devaneios, são tão importante quanto! Os sonhos morrem diante das possibilidades e procura-se permanecer num estado de catatonia. Para isso também há um nome, é considerado autoaceitação, N O R M A L I D A D E..
Tenho que fugir disto em silêncio, sempre, para não sofrer a retaliação, o julgamento, a condenação. (E sei que há tantos no mesmo estado que eu)

Para um Lugar Teu, que nunca me deixa esquecer

sexta-feira, 28 de fevereiro de 2014

Her movie quote

Me apaixonei total e plenamente por esse filme...
É um filme para pessoas com dificuldade de expressão sentimental, ao mesmo tempo que é um soco na cara da sociedade.
A uns tempos ando me questionando até que ponto a tecnologia chegaria. Não é difícil, atualmente, encontrar pessoas que passam horas e horas presas às redes sociais, fora que as invenções mais modernas favorecem o sedentarismo. A máquina trabalhando para você...
E se inventassem um sistema operacional muito inteligente que nos fizesse companhia? Que conversasse conosco sempre que precisássemos, que risse de nossas piadas, nos amasse e nos fizéssemos sentir importantes?

Sinopse:
Theodore Twombly é um homem complexo e emotivo que trabalha escrevendo cartas pessoais e tocantes para outras pessoas. Com o coração partido após o final de um relacionamento, ele começa a ficar intrigado com um novo e avançado sistema operacional que promete ser uma entidade intuitiva e única. Ao iniciá-lo, ele tem o prazer de conhecer "Samantha", uma voz feminina perspicaz, sensível e surpreendentemente engraçada. A medida em que as necessidades dela aumentam junto com as dele, a amizade dos dois se aprofunda em um eventual amor um pelo outro.

A parte que mais gosto é quando elela "leva" ele para um passeio às cegas pela cidade, ela guiando os seus passoe pela webcam. Um filme reflexivo e tocante :)
sexta-feira, 17 de janeiro de 2014


Seems that everyone we know's
Out there waiting by a phone
Wondering why they feel alone in this life

Are we all just satellites?
Where's the love, show me tonight?
Here's the moment we unite (ooh oh uh-oh)
For all we know life's just to dream
Who the hell knows what it means?
Stop the world and sing with me (ooh oh uh-oh)





quinta-feira, 9 de janeiro de 2014
Quando comecei a faculdade de engenharia, logo de cara senti o peso que é estudar e trabalhar ao mesmo tempo, já tinha sentido o mesmo antes, quando fazia cursos de manhã e de noite e estagiava a tarde. Quem olha de longe acha isso o máximo. Técnicamente é, mas na prática é, simplesmente, ralado.
 

Escolha duas pontas e seja feliz ou não

Conciliar trabalho, estudo e sono é barra. Observe que nem falei de vida social vida social? que vida?
É fácil se estressar com os dois, principalmente naqueles dias em que os professores parecem que marcaram um dia para passar trabalho, todos juntos, seguidos de prova e as coisas no ambiente trabalhista andam tempestuosas. Eu tenho que simplesmente respirar fundo e pensar calmamente a qual dos dois irei dedicar mais a minha atenção (porque por mais que se queira, NÃO DÁ para conciliar os dois SIMULTANEAMENTE). Tento pensar que quero me formar no tempo certo, não perder tempo. É uma coisa que de certa forma me motiva e me exige muito, porque eu sei que tudo depende unicamente de mim, e me esforço visando que serei uma excelente profissional na minha área MUAHAHAHA.

Essa arte de fazer malabarismo com o tempo requer uma atenção redobrada com a saúde, a alimentação, o condicionamento físico. Estresse demais faz mal a saúde, comer pouco ou esquecer de comer também e levar uma vida sedentária faz seu corpo se desgastar muito, tendo uma qualidade de sono ruim e problemas (principalmente) respiratório. Tento aliviar o estresse com atividade física ou desviando a minha mente para coisas que não incluem trabalho/estudo.

Dicas para desestressar? Clique aqui :)

 
A gente tenta, mas há vezes que não consegue

A cena de dormir em meio a aula ou se ver "pescando" no trabalho é inevitável, caso que ocorre quando viramos a noite estudando, dormindo tarde para acordar cedo, ou até mesmo não dormindo. Há vezes em que nem é o estudo que faz com que fiquemos assim, mas sim o fato de ter muita coisa em mente e simplesmente não conseguir relaxar em meio a tanto dever, passando o dia seguinte em estado de catatonia.. Dormir muitas horas, no meu caso, é um luxo que eu só vejo nos períodos de férias, folgas e recesso. Dormir bem eu até consigo depois de um banho relaxante e demorado, ruim é acordar de manhã cedinho, saindo do conforto e calorzinho do colchão..

 
Pois é.. Vida social, né?
Eu sei como ela é, mas não sei explicar..

Acredito que estou vivendo algo que eu sempre quis viver, estou em uma parte que eu sempre me imaginei, construindo aos poucos o meu futuro, vivenciando cada etapa e sabendo que cada dia conta, cada minuto é importante e que eu estou caminhando para algo maior. Quem quer arruma um jeito, quem não quer arranja uma desculpa e, sobre isso, segue o texto que vez ou outra leio:


"Não conheço ninguém que conseguiu realizar seu sonho, sem sacrificar feriados e domingos pelo menos uma centena de vezes. Da mesma forma, se você quiser construir uma relação amiga com seus filhos, terá que se dedicar a isso, superar o cansaço, arrumar tempo para ficar com eles, deixar de lado o orgulho e o comodismo. Se quiser um casamento gratificante, terá que investir tempo, energia e sentimentos nesse objetivo.
O sucesso é construído à noite! Durante o dia você faz o que todos fazem. Mas, para obter um resultado diferente da maioria, você tem que ser especial. Se fizer igual a todo mundo, obterá os mesmos resultados. Não se compare à maioria, pois, infelizmente ela não é modelo de sucesso. Se você quiser atingir uma meta especial, terá que estudar no horário em que os outros estão se divertindo. Terá de planejar, enquanto os outros permanecem à frente da televisão. Terá de trabalhar enquanto os outros tomam sol à beira da piscina.
A realização de um sonho depende de dedicação. Sonhar nos motiva; Sonhar nos direciona; Sonhar faz a vida ter sentido; Sonhar faz a vida ter sabor; Sonhar nos dá um senso de propósito; Sonhar faz parte da nossa condição humana. Através dos sonhos gerados no coração de homens e mulheres, Deus pode promover grandes mudanças.
Há muita gente que espera que o sonho se realize por mágica, mas toda mágica é ilusão, e a ilusão não tira ninguém de onde está. Em verdade, a ilusão é combustível dos perdedores.

Quem quer fazer alguma coisa, dá um jeito. Quem não quer fazer nada, dá uma descupa"
Abraço forte e boa semana a todos :)

quarta-feira, 1 de janeiro de 2014

happy new year | Tumblr

Ano novo, vida nova ou não e muitas metas para cumprir.
2013 foi um ano incrível para mim pois pude realizar coisas que eu realmente achei que nunca conseguiria, avançando em metas programadas para daqui a alguns anos, tanto que em 2014 eu não tenho tantas coisas prara fazer, apesar de ter apenas um embasamento.

Para quem não sabe por onde começar, pode primeiramente ir dando um passo de cada vez, indo atrás das metas mais fáceis e em seguida das mais difíceis. Ou pode ser como eu, que sempre bota o carro na frente dos bois tentando fazer várias coisas ao mesmo tempo dando 3 tiros nos próprios pés (dá certo algumas vezes, acredite). O importante é não ficar parado esperando as coisas caírem do céu ou o mundo se acabar pra ir junto na fumaça

So true :D 
 Não seja esse tipo de pessoa, para seu próprio bem.


Desejo que nesse ano existam mais alegrias e esperança, fé, força de vontade e conquistas. Tudo depende de todos, cada um fazendo sua parte para um mundo melhor, não como um todo, mas sim fazendo coisas que possam inspirar e mudar a vida de outras pessoas, de diferentes religiões, etnias, raças, credos e ect
Em engenharia eu sempre soube que existiram coisas que revolucionaram o mundo, e quando se fala em revolução, pensa-se em algo grandioso e vistoso (como a internet, o avião, as viagens espaciais e etc), quando na verdade, muitas coisas que fizeram uma grande diferença, não são tão grandes assim, são pequenas (como o código de barras, o aperto de mãos moderno, o palito de dente, as sacolas de supermercado e etc). O mesmo acontece com gestos. 

 

Este ano pretendo ler no mínimo 15 livros, aproveitar que minha cidade será subsede da copa e treinar o francês que arduamente aprendi ao longo desses 4 anos (me formo esse ano \o/ ), nadar borboleta e ganhar nos jogos universitários, melhorar o inglês e preparar meu primeiro miniprojeto de bomba radioativa hidráulica, aprender a dirigir, fazer comidas exóticas...


Que 2014 seja realmente um ano de realizações, para todos :*
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...