segunda-feira, 17 de agosto de 2015
DREAMS


Penso que sou como um espírito livre e, como tal, inúmeras possibilidades se abrem para mim. Qualquer pessoa pode fazer o que quiser mas, para isso, é necessário uma certa dose de coragem e ousadia. É preciso tentar sem pensar muito ou planejar demais. 
Dar o primeiro passo para muitas coisas é difícil, eu mesma sei bem como é. Experimentei a um tempo atrás viajar só, tive uma insegurança enorme antes, mas, depois tive um sentimento de liberdade inexplicável como se o mundo fosse um lugar grande a ser descoberto. 

Sou uma pessoa adepta de listas, listo tudo o que quero/tenho que fazer com o receio de esquecer algo. Dá certo porque sinto que aproveito melhor as coisas já que com uma lista, nada se perde.
Minhas listas contém pequenas coisas que juntas se transformam em algo grande. 

Para as férias da faculdade, planejei conhecer lugares na minha cidade e em interiores próximos que ainda desconheço, adicionando tópicos a um álbum de fotos pessoal chamado "Vá aonde quiser quando tiver vontade". A idéia é conhecer os lugares e retratar algo interessante deles, que me chame a atenção. Sem exibicionismos ou selfies no instagram. [Abandonei o método de vida "mostre aos outros que você tem cacife para ir a x lugares e tire selfies assim"], cada lugar tem uma historia interessante, é como um livro aberto que só precisa ser lido/descoberto. 

A poucos dias, após sair de um evento com dois amigos, experimentei a sensação de ver o amanhecer de um ponto histórico da minha cidade, o Monumento de Abertura dos Portos. Eu absorvi aquilo numa profusão de sentimentos. Os pássaros cantavam pois há muitas árvores lá. Eu passei por aquele mesmo lugar várias vezes mas me toquei que nunca absorvi a essência do lugar, sensação experimentada por diversos gringos que todos os dias passam por lá vindo de diversos lugares do mundo. A sensação foi maravilhosa, busco ter experiencias sozinha e em grupo. 

Como um espirito livre, busco pensar (e já disse diversas vezes aqui) que a vida é passageira e muito curta para ver e fazer todas as coisas que eu quero. O curioso das minhas listas é que por mais que eu tente fazer tudo o que nela há, eu nunca concluo pois novas coisas entram, novas coisas eu quero fazer/descobrir. Não acho isso ruim, na verdade até adoro. O mundo é grande e eu sou muito pequena, porém cheia de vontade.
domingo, 16 de agosto de 2015
Se você soubesse a bagunça que faz na minha cabeça, talvez pegaria um dos fios e tentaria organizá-los, sorriria o riso que tanto gosto de ver e talvez me olhasse mais nos olhos. Sua timidez me encanta e faz eu querer destruir os muros que você não deixa eu adentrar.
Você tem a chave e nem sabe, ou talvez saiba porém disfarça. Todos os dias eu apenas penso em maneiras de te agarrar, de te beijar e de sentir o seu toque. Me dá uma agonia tão grande ter você por perto e ao mesmo tempo distante. Eu queria tanto te abraçar por mais horas que o permitido, e te sentir mais perto de mim... Eu acordo pensando em você e vou dormir pensando em você, me sinto prisioneira dos meus sentimentos e escrava da sua atenção. 14.06
sábado, 1 de agosto de 2015
2015

Sempre me questiono sobre a legitimidade das coisas em relação a mim. O certo e o errado são coisas relativas e, algumas das vezes seguir o considerado errado é a melhor decisão que posso tomar. Minha cabeça é uma bagunça total e sempre tento não pensar muito, agir, fazer mais do que eu espero de mim. Não digo que sempre consigo mas pelo menos tento.

Os dias vem e vão e eu cheguei naquela fase em que consigo ver o absoluto sem medo, absoluto no sentido de que sigo os meus instintos e faço minhas vontades sem me preocupar muito com a opinião alheia. Todo mundo tem medo de algo e julgar a vida alheia é mais fácil que cuidar da sua.

Administrar o que é dos outros é mais fácil do que administrar o que é nosso, a grama do vizinho a gente sempre acha que é mais verde... Cuidar de si é um pouco complexo em alguns momentos porém garanto que é mais proveitoso, somente nós sabemos as nossas razões para tomadas de decisões e somente nós conhecemos nosso umbigo para sabermos o que é melhor ou pior para si.

Muito do que queremos fazer requer um tanto de ousadia e coragem, algumas vezes eu mesma fechei meus olhos e me atirei ao desconhecido, fui andando em frente certa do que eu queria mas incerta do que me esperaria. Algumas vezes me arrependi, outras vezes não e até tive histórias para contar.

Histórias.

A vida é mais do que o que a gente vê e passa tão rápido. A gente está aqui só de passagem e como boa viajante, espero conhecer e descobrir coisas e pessoas, quero sentir que minha passagem neste lugar foi proveitosa e praticar minha humanidade sem pensar que sou melhor do que alguém, sem passar por cima dos outros. Eu vou vivendo cada dia e buscando novas inspirações, novos pensamentos e novos ideais. Não há mal em se reinventar, mal há em se limitar e não buscar a felicidade.
sábado, 16 de maio de 2015
(3) The Romantic Stella' s WORLD. | via Facebook

Sempre digo para mim mesma que o dia em que amar alguém como amo meu curso, 
minha vida será completa.

O que mais gosto todos os dias é saber que mesmo andando com pessoas diferentes de mim e com mentalidades diversas, temos uma amizade que toca um ponto tangente: a engenharia
Mesmo que todos falem besteiras, tenham pensamentos que choquem, que sejam esquisitos ou até extravagantes, vamos aprendendo a conviver e buscar maneiras de coexistir.
Apesar de muitos terem um jeito bruto (sério, a engenharia tem esse poder de embrutecer pessoas), em momentos complicados em que alguém pede ajuda, há muita solidariedade vinda, principalmente, de quem menos se espera. Há um abraço apertado, um ombro amigo e até companhia para aulas desencontradas.
Adoro as conversas viajantes, aquelas em que a gente vai descobrindo como a vida funciona (viver é física pura, no lado mecânico da coisa) e, com os colegas, vamos aprendendo mais e mais sobre o que nos cerca, sobre coisas que jamais imaginávamos haver com o campo de estudo (ex: se você usa um machado para cortar o tronco de uma árvore, não importa em que lado você cortou, a tendência da árvore é cair para onde o centro de massa dela for maior)
O curso se divide em vários grupos onde cada grupo tem seu próprio interesse: grupos de gamers, dos que estudam hard, dos que levam o curso com a barriga, dos que jogam dominó, dos zueiros e etc. Cada grupo tem um ponto mas cada integrante intersecciona entre os grupos que gosta.

Apesar de que não seja possível falar com todas as pessoas do curso todos os dias, há um querer bem não dito porém sentido. Um querer bem aos companheiros, um querer bem ao curso.

sábado, 24 de janeiro de 2015
"And the hardest part
Was letting go not taking part
You really broke my heart

And I tried to sing
But I couldn't think of anything
That was the hardest part

I could feel it go down
You left the sweetest taste in my mouth
Your silver lining the clouds
Oh, and I
Oh, and I
I wonder what it's all about"

Amo muito essa música ao mesmo tempo em que a odeio profundamente.
Sua letra, seu solo e a voz do Chris nela.
quarta-feira, 14 de janeiro de 2015
yes klin  | via Facebook

Se arrepender é algo que está escrito no meu dicionário com letras garrafais (menores que "Don't Panic"), mas eu penso que se eu for parar pra me arrepender de todas as burradas que eu já fiz, posso acabar me isolando em algum lugar por dias em posição fetal reclamando da vida, o universo e tudo o mais.
Aí eu olho e digo para mim mesma que o que passou,  já passou e o que posso fazer é remediar pequenas coisas. Pedir sinceras desculpas, consertar o que quebrei, voltar atrás e retomar o caminho. O que não quer dizer que eu esqueça tudo o que passou. Não sou de ferro e tampouco tenho memória de peixe para essas coisas, eu só tento não ruminar.
Como sempre digo, não sou um exemplo de perfeição e errar para mim é algo comum, mesmo sabendo que em tempos modernos errar é algo banalizado e apedrejado, já que apontar a falha alheia é mais fácil do que consertar a goteira de casa. Tenho consciência apenas de que não sabemos para onde vamos e que o que fazemos, relativamente pode estar certo ou errado.

"Se eu for parar pra pensar no que cada pessoa pensa, deixo de pensar por mim e seguir a massa."

Se arrepender anda no meu dicionário por um motivo comum. Tudo o que faço tem uma ação e uma reação. Nem sempre escolho o caminho certo ou tomo as melhores decisões da minha vida. Nem sempre lembro de sair de casa com um pulôver quando vejo o tempo fechar e, com isso, sinto o frio do tempo quando estou longe de casa.
sábado, 3 de janeiro de 2015
Descobri algo que eu realmente amei na internet!
Fuçando por aí descobri o Future Me , um site onde você pode escrever um e-mail para si mesmo e receber tempos depois (o tempo é você quem define). De principio, senti um certo frio na barriga ao pensar que estou escrevendo algo para que eu possa ler, sei lá, daqui a uns dois anos. Escrevi uma para eu receber ano que vem, tenho receio de escrever para que eu receba daqui a uns quatro anos ou sei lá (esse negócio do futuro ser imprevisível dá um receio danado).
É como escrever uma carta para si mesmo, com a diferença de que não tem papel ou envelope :)
quinta-feira, 1 de janeiro de 2015

- É, 2015, seja bom comigo. -

Não sei bem o que esperar deste ano, não fiz muitos planos com o intuito apenas de tentar viver cada dia mais intensamente. Fiz uma lista de resoluções para este ano, que incluem:
✖Ler o máximo de livros de autores brasileiros que eu puder (gosto muito de Jorge Amado e Érico Verissimo, dentre outros).
✖ Conhecer pessoas com estilos diferentes do meu.
✖Finalmente fazer aquele curso de introdução a pintura que a dois anos tou desejando (sempre admirei quadros e sempre tive uma vontade de me aprofundar nisto).
✖Viajar pelos interiores da minha cidade sozinha ou com amigos (uma iniciativa que teve idéia a partir do Washington Luiz).
✖Plantar 10 árvores (outro dia posto algo relacionado a isso).

Desejava que este ano fosse tão emocionante quanto Guerra dos Tronos (que na verdade deveria se chamar Crônicas de Fogo e Gelo) mas aí lembrei que quando a gente começa a amar algum personagem, ele morre, tirando as mortes, traições e etc. Então espero apenas que este ano seja um ano emocionante, cheio de revelações e alegrias :)

Desejo a todos um excelente 2015

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...