sábado, 24 de janeiro de 2015
"And the hardest part
Was letting go not taking part
You really broke my heart

And I tried to sing
But I couldn't think of anything
That was the hardest part

I could feel it go down
You left the sweetest taste in my mouth
Your silver lining the clouds
Oh, and I
Oh, and I
I wonder what it's all about"

Amo muito essa música ao mesmo tempo em que a odeio profundamente.
Sua letra, seu solo e a voz do Chris nela.
quarta-feira, 14 de janeiro de 2015
yes klin  | via Facebook

Se arrepender é algo que está escrito no meu dicionário com letras garrafais (menores que "Don't Panic"), mas eu penso que se eu for parar pra me arrepender de todas as burradas que eu já fiz, posso acabar me isolando em algum lugar por dias em posição fetal reclamando da vida, o universo e tudo o mais.
Aí eu olho e digo para mim mesma que o que passou,  já passou e o que posso fazer é remediar pequenas coisas. Pedir sinceras desculpas, consertar o que quebrei, voltar atrás e retomar o caminho. O que não quer dizer que eu esqueça tudo o que passou. Não sou de ferro e tampouco tenho memória de peixe para essas coisas, eu só tento não ruminar.
Como sempre digo, não sou um exemplo de perfeição e errar para mim é algo comum, mesmo sabendo que em tempos modernos errar é algo banalizado e apedrejado, já que apontar a falha alheia é mais fácil do que consertar a goteira de casa. Tenho consciência apenas de que não sabemos para onde vamos e que o que fazemos, relativamente pode estar certo ou errado.

"Se eu for parar pra pensar no que cada pessoa pensa, deixo de pensar por mim e seguir a massa."

Se arrepender anda no meu dicionário por um motivo comum. Tudo o que faço tem uma ação e uma reação. Nem sempre escolho o caminho certo ou tomo as melhores decisões da minha vida. Nem sempre lembro de sair de casa com um pulôver quando vejo o tempo fechar e, com isso, sinto o frio do tempo quando estou longe de casa.
sábado, 3 de janeiro de 2015
Descobri algo que eu realmente amei na internet!
Fuçando por aí descobri o Future Me , um site onde você pode escrever um e-mail para si mesmo e receber tempos depois (o tempo é você quem define). De principio, senti um certo frio na barriga ao pensar que estou escrevendo algo para que eu possa ler, sei lá, daqui a uns dois anos. Escrevi uma para eu receber ano que vem, tenho receio de escrever para que eu receba daqui a uns quatro anos ou sei lá (esse negócio do futuro ser imprevisível dá um receio danado).
É como escrever uma carta para si mesmo, com a diferença de que não tem papel ou envelope :)
quinta-feira, 1 de janeiro de 2015

- É, 2015, seja bom comigo. -

Não sei bem o que esperar deste ano, não fiz muitos planos com o intuito apenas de tentar viver cada dia mais intensamente. Fiz uma lista de resoluções para este ano, que incluem:
✖Ler o máximo de livros de autores brasileiros que eu puder (gosto muito de Jorge Amado e Érico Verissimo, dentre outros).
✖ Conhecer pessoas com estilos diferentes do meu.
✖Finalmente fazer aquele curso de introdução a pintura que a dois anos tou desejando (sempre admirei quadros e sempre tive uma vontade de me aprofundar nisto).
✖Viajar pelos interiores da minha cidade sozinha ou com amigos (uma iniciativa que teve idéia a partir do Washington Luiz).
✖Plantar 10 árvores (outro dia posto algo relacionado a isso).

Desejava que este ano fosse tão emocionante quanto Guerra dos Tronos (que na verdade deveria se chamar Crônicas de Fogo e Gelo) mas aí lembrei que quando a gente começa a amar algum personagem, ele morre, tirando as mortes, traições e etc. Então espero apenas que este ano seja um ano emocionante, cheio de revelações e alegrias :)

Desejo a todos um excelente 2015

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...