quarta-feira, 14 de janeiro de 2015
yes klin  | via Facebook

Se arrepender é algo que está escrito no meu dicionário com letras garrafais (menores que "Don't Panic"), mas eu penso que se eu for parar pra me arrepender de todas as burradas que eu já fiz, posso acabar me isolando em algum lugar por dias em posição fetal reclamando da vida, o universo e tudo o mais.
Aí eu olho e digo para mim mesma que o que passou,  já passou e o que posso fazer é remediar pequenas coisas. Pedir sinceras desculpas, consertar o que quebrei, voltar atrás e retomar o caminho. O que não quer dizer que eu esqueça tudo o que passou. Não sou de ferro e tampouco tenho memória de peixe para essas coisas, eu só tento não ruminar.
Como sempre digo, não sou um exemplo de perfeição e errar para mim é algo comum, mesmo sabendo que em tempos modernos errar é algo banalizado e apedrejado, já que apontar a falha alheia é mais fácil do que consertar a goteira de casa. Tenho consciência apenas de que não sabemos para onde vamos e que o que fazemos, relativamente pode estar certo ou errado.

"Se eu for parar pra pensar no que cada pessoa pensa, deixo de pensar por mim e seguir a massa."

Se arrepender anda no meu dicionário por um motivo comum. Tudo o que faço tem uma ação e uma reação. Nem sempre escolho o caminho certo ou tomo as melhores decisões da minha vida. Nem sempre lembro de sair de casa com um pulôver quando vejo o tempo fechar e, com isso, sinto o frio do tempo quando estou longe de casa.

0 comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...