sábado, 1 de agosto de 2015
2015

Sempre me questiono sobre a legitimidade das coisas em relação a mim. O certo e o errado são coisas relativas e, algumas das vezes seguir o considerado errado é a melhor decisão que posso tomar. Minha cabeça é uma bagunça total e sempre tento não pensar muito, agir, fazer mais do que eu espero de mim. Não digo que sempre consigo mas pelo menos tento.

Os dias vem e vão e eu cheguei naquela fase em que consigo ver o absoluto sem medo, absoluto no sentido de que sigo os meus instintos e faço minhas vontades sem me preocupar muito com a opinião alheia. Todo mundo tem medo de algo e julgar a vida alheia é mais fácil que cuidar da sua.

Administrar o que é dos outros é mais fácil do que administrar o que é nosso, a grama do vizinho a gente sempre acha que é mais verde... Cuidar de si é um pouco complexo em alguns momentos porém garanto que é mais proveitoso, somente nós sabemos as nossas razões para tomadas de decisões e somente nós conhecemos nosso umbigo para sabermos o que é melhor ou pior para si.

Muito do que queremos fazer requer um tanto de ousadia e coragem, algumas vezes eu mesma fechei meus olhos e me atirei ao desconhecido, fui andando em frente certa do que eu queria mas incerta do que me esperaria. Algumas vezes me arrependi, outras vezes não e até tive histórias para contar.

Histórias.

A vida é mais do que o que a gente vê e passa tão rápido. A gente está aqui só de passagem e como boa viajante, espero conhecer e descobrir coisas e pessoas, quero sentir que minha passagem neste lugar foi proveitosa e praticar minha humanidade sem pensar que sou melhor do que alguém, sem passar por cima dos outros. Eu vou vivendo cada dia e buscando novas inspirações, novos pensamentos e novos ideais. Não há mal em se reinventar, mal há em se limitar e não buscar a felicidade.

0 comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...